O uso de palmilhas ortopédicas na osteoartrose de joelho

A osteoartrose (OA) é uma doença degenerativa crônica caracterizada pela deterioração da cartilagem e pela neoformação óssea nas superfícies e margem articulares¹, acometem a população idosa e está associada com dor, rigidez articular, deformidade, e progressiva perda da função, afetando dessa maneira o indivíduo em múltiplas dimensões².

As palmilhas ortopédicas posturais são fabricadas de acordo com as características individuais da pessoa, antes da confecção da palmilha o paciente passa por uma avaliação, visando melhorar em caso de dores decorrentes da má postura corporal, dores nas costas, pernas, pés e quadris.

Diversos estudos vêm demonstrando resultados favoráveis ao uso de palmilhas em OA. No estudo de Rafiaee & Karimi ³, observou-se que a utilização das palmilhas melhorou a qualidade de vida e reduziram a dor na articulação do joelho. Assim como Skou et al. (2013) 4, que investigaram o efeito das palmilhas inseridas lateralmente, sobre a dor e qualidade de vida em pacientes com OA medial de joelho, onde observaram uma redução significativa na dor, melhora da função e qualidade de vida adultos e idosos com OA de joelho.

Em revisão de literatura, Hinman & Bennell (2009)5, destacam a aplicabilidade clinica das palmilhas em calçados para OA de joelho. Principalmente quando considerados os efeitos sobre a carga do joelho, sintomas de OA e progressão da mesma.

Palmilhas e calçados oferecem um grande potencial, como estratégias simples e de baixo custo para tratamento, no entanto mais pesquisas são necessárias para avaliar a eficácia e determinar quais grupos de pacientes são mais sensíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *